CORITIBA FOOT BALL CLUB

160x600 Escudo Errado Não
Elenco - Rodrigo Ramos

11/03/2018 18:12:00 ( atualizada em 11/03/2018 21:10:36 )

Homenagem a Nilo

Homenagem a Nilo
Seu Nome:
Seu Email:
Mensagem:
Marque a opção abaixo

Ex-lateral esquerdo, que marcou época nas décadas de 60 e 70, recebeu homenagem no intervalo da partida entre Coritiba e Foz

O Coritiba deu continuidade ao projeto que exalta ex-atletas que fizeram história pelo clube, e ajudaram a construir a centenária e vitoriosa caminhada coxa-branca. O terceiro homenageado da série foi Nilo, lateral esquerdo que marcou época nas décadas de 60 e 70. Na ensolarada tarde de domingo, o ex-atleta foi homenageado.

"Nós estamos começando pelos atletas do Torneio do Povo, que é um torneio que está fazendo aniversário no mês de março, e entendendo que resgatando a nossa história a gente projeta o nosso futuro. O Coritiba é um time de tradição e nada mais justo do que trazer nossos grandes atletas que fizeram a nossa história para ser homenageados e receber o carinho da nossa torcida", destacou Anibal Mesquita, vice-presidene do clube, que ainda ressaltou a alegria de receber o Nilo nesta semana, pois recentemente, o ex-atleta teve um problema de saúde.

Emocionado, Nilo recebeu o carinho da torcida coxa-branca e também de funcionários do clube. "É uma satisfação muito grande, a gente passa pelo momento de lembrança de tantas glórias, de tantas alegrias, de tantas amizades, deixa a gente com o coração abalado. Ver que o torcedor está presente, a gente sente uma imensa alegria, por que nós ex-atletas, pensávamos que estávamos esquecidos, mas o clube com a sua diretoria e com os Helênicos estão dando essa oportunidade. É uma satisfação muito grande que o clube nos deu essa alegria", disse o ex-atleta, que ainda recebeu o carinho e admiração dos sócios Luciano da Silva e Maria Luiza Chemin.

Sobre Nilo

Nilo chegou ao Coritiba em 1968, quando o clube precisava de um lateral-esquerdo. Revelado no Internacional, estava no São José de Porto Alegre quando foi contatado pelo Coxa. E logo em seu primeiro ano no clube, ele deu a assistência para o gol de Paulo Vecchio que garantiu a conquista do Campeonato Paranaense de 1968 e foi convocado para a Seleção Brasileira.

Campeão do Torneio do Povo em 1973, bicampeão paranaense de 1968-1969 e pentacampeão de 1971-1975, Nilo é o terceiro atleta que mais disputou partidas oficiais de competição com a camisa do Coritiba, e o que esteve no maior número de jogos internacionais, trinta e nove no total.

Assista à matéria:

Veja fotos da ação: